Futuro Incerto

Por Daniel Hannun e Gabriela Hannun

 

É quase unanimidade mundial que 2015 será um ano muito difícil para o Brasil, independente de quem assuma a presidência da república.

O próximo governante encontrará um país em situação bastante crítica, com baixo crescimento, pouco investimento, contas públicas em alta e inflação pressionada.

Em uma tentativa de controlar a inflação em ano eleitoral, muitos setores onde o governo tem interferência, tiveram seus reajustes represados. Por exemplo, os setores de energia e combustível estão com os preços claramente defasados e consequentemente comprometendo as operações.

Hoje, o volume de investimentos estrangeiros direto no Brasil, conhecido como IED, é fruto de decisões tomadas há alguns anos pelas empresas.

Além da economia brasileira, muito provavelmente a política monetária expansionista americana sairá de cena e então, o mundo ficará um pouco mais ilíquido.

Essa retirada de liquidez mundial forçará os gestores de recursos a serem mais diligentes e buscarem investimentos em países com mais segurança e melhores perspectivas, o que em economês chamam de “fly to quality” ou na tradução literal, “voo para a qualidade”.

Caso o Brasil não atraia novos investimentos de longo prazo, quando o FED inverter a situação e retirar o dinheiro injetado na economia americana, veremos uma fuga de capital do Brasil e consequente pressão no dólar.

Na coluna do dia 07 de janeiro de 2014, intitulada como “Pessimismo Coletivo”, tratamos deste assunto, como uma percepção que tínhamos. Hoje, podemos afirmar sem medo, que pelo menos 9 em cada 10 empresários e executivos que mantemos contato, estão preocupados e pessimistas.

Como podemos nos preparar e nos proteger? No aspecto profissional, a melhor forma de nos blindarmos da possível recessão econômica é nos dedicarmos ao máximo ao nosso emprego e nos tornarmos pessoas preparadas e importantes dentro da nossa organização ou mercado.

No aspecto pessoal, devemos manter nosso equilíbrio financeiro, focando nossas despesas em artigos realmente necessários e mantendo reservas para o longo prazo e para eventualidades.

Caso o Brasil encontre uma boa forma de sair desse cenário sem passarmos por momentos de recessão, no mínimo, sairemos desta mais fortalecidos em nossos empregos e com uma sobra a mais em nossos investimentos.

 

Site: www.indikabem.com.br/author/daniel-hannun

  • facebook
PALUS

UA-74415265-1

Google Analytics

Google AdSense

Bing Ads

Palus Consultoria de Empresas