Marketing para Economia em Rede

O mundo está se transformando, desde sempre, mas hoje em dia temos a sensação de que as mudanças nunca foram tão rápidas. Em todos os campos do conhecimento, do saber e do viver. As palavras de ordem são Inovação, Nanotecnologia, Ecossistemas, Biodiversidade, Comunidades em Redes, Smart Cities, Internet de Todas as Coisas, entre outras.

Por Paulo Silveira

 

 

 

 
Novos desafios de Marketing

O mundo está se transformando, desde sempre, mas hoje em dia temos a sensação de que as mudanças nunca foram tão rápidas. Em todos os campos do conhecimento, do saber e do viver. As palavras de ordem são Inovação, Nanotecnologia, Ecossistemas, Biodiversidade, Comunidades em Redes, Smart Cities, Internet de Todas as Coisas, entre outras.

Nas empresas não poderia ser diferente. Os processos produtivos, assim como os produtos e soluções entregues ao mercado consumidor, evoluem para se tornarem mais eficientes, com mais tecnologia e biotecnologia, e menos poluentes e degradantes para o homem e para a natureza.

Um dos campos do estudo que tem mais se transformado para se adaptar a todas estas mudanças, é o Marketing.

As principais referências (pensadores ou gurus), que pautavam as discussões e estudos nas escolas de marketing e administração, desde meados da década de 50 até o virada do novo milênio eram: Peter Drucker¹, Theodore Levitt², Philip Kotler e Gary Armstrong³, Tom Peters4 e Michael Porter.

As bases do Marketing estavam sendo definidas: Planejamento Estratégico, Competitividade, Mix de Marketing, Ambientes de Marketing, Cinco Forças de Porter, Os 4 P's (Produto, Preço, Promoção e Ponto), Análise e Pesquisa de Mercado, Administração do Esforço de Marketing, entre outras.

Com a virada do milênio, novas referências, conceitos e bases passaram a fazer parte do cotidiano do Marketing. Novos gurus e especialistas surgiram: Gary Hamel, Pat Flynn, Chris Farrell, Chris Brogan, Neil Patel, Yanik Silver, Frank Kern, Gary Vaynerchuck, Ryan Deiss, Russel Brusson, Darren Rowse e Pat Flynn.

A partir daí, novos princípios e estratégias passaram a ser aplicados nas novas empresas, juntamente com as bases tradicionais das décadas passadas: Marketing de Rede, Marketing Digital, Marketing de Conteúdo, Marketing de Atração e Neuromarketing, que podemos chamar de "Marketing da Economia em Rede" ²³.

Este novo campo de estudo do Marketing vem se destacando pelos resultados já alcançados por empresas de destaque da nova ordem econômica, como Facebook®, Google®, WhatsApp®, Conta Azul®, Tableau®, Coursera®, Netflix®, entre outras.

 

Alguns destes princípios devem ser aplicados nas estratégias de marketing das empresas, para que elas consigam "escalar" seu número de usuários ou clientes, atingindo a quantidade necessária e suficiente para o crescimento auto-sustentável:

 

  • Critical Mass: momento da empresa no qual a base de clientes pagantes, os efeitos de Rede, e o preço da oferta (produto, serviço ou solução) tornam a difusão da oferta (produto ou serviço) auto-sustentável;

  • Growth Hacking¹¹ ¹²: estratégia utilizada para incrementar, de forma escalável, a divulgação da oferta da empresa, através de públicos selecionados e formadores de opinião, para crescimento e retenção da base de clientes da empresa;

  • Getting Traction¹³: esforço planejado e executado para aumentar sensivelmente o número de usuários/clientes (pagantes ou não) do produto/serviço/solução, através de várias estratégias e mecanismos de marketing (relacionamento, redes sociais, conteúdo, atração, etc). Esta base de usuários será posteriormente utilizada para atingir o Critical Mass

  • SEM (Search Engine Marketing): ações direcionadas para impulsionar e otimizar a exposição da marca (produto ou oferta) através dos sites de busca, como o Google, Yahoo ou Bing, potencializando o mercado de atuação com um tráfego extremamente qualificado. Através do SEO (Search Engine Optimization) melhora-se a posição da marca nas buscas do Google e outros sites de busca. Através do PPC (Pay Per Click), como o AdWords do Google, os anúncios que são patrocinados aparecem no topo dos sites de pesquisa

  • Mídia Display (Banners), AdNetworks, e-Marketing, Viral Marketing, Targeting podcasts, Diminuição do Churn Rate e Speaking engagement: estratégias complementares que visam potencializar a divulgação e conhecimento da marca através da Internet, Redes Sociais e novos mecanismos de divulgação da Economia em Rede²³.

 

Referências:

¹ A Prática da Administração - Peter Drucker - 1954

² Miopia de Marketing - Harvard Business School - Theodore Levitt - 1960

³ Administração de Marketing - Philip Kotler e Gary Armstrong - 1967

4 Em Busca da Excelência - Tom Peters e Bob Waterman - 1982

¹¹Improving marketing using Growth Hacking. Daniel Z. Chohfi - Smart Insights  - www.

¹² Growth Hacker Marketing. Ryan Holiday

¹³ Get Traction: How Any Startup Can Achieve Explosive Customer Growth. Gabriel Weinberg e Justin Mares

¹4 Critical Mass - Advanced Competitive Strategies - Tobias Kretschmer

²³ Economia em Rede - Paradigmas de um Novo Mercado - Paulo Silveira

  • facebook
PALUS

UA-74415265-1

Google Analytics

Google AdSense

Bing Ads

Palus Consultoria de Empresas