O mercado de softwares de BI (Business Intelligence) e Analytics, também conhecido como soluções de Inteligência e Análise de Negócios está passando por uma verdadeira batalha silenciosa nos últimos anos. De um lado empresas bilionárias e tradicionais do mercado de Tecnologia da Informação (TI), com os softwares de BI. Do outro, jovens empresas com menos de 5 anos, com os softwares Analytics,  que pouco a pouco começam a ameaçar este domínio, em um verdadeiro movimento de ruptura do mercado.

 

A força do Big Data

Estamos falando de um mercado que, segundo previsões² de IDC e Gartner, deverá atingir US$59 Bilhões até 2018. Se incluirmos a este mercado o Big Data, tecnologia que anda de braços dados com o Analytics, estima-se que o mercado atinja US$1 trilhão até 2018. O mercado global de Software atingia US$659 bilhões em 2013, com as gigantes IBM, Oracle, Microsoft, SAP, e SAS responsáveis por 60,2% deste mercado, enquanto que o mercado brasileiro atingia US$10,94 bilhões.

 

Segundo estudo da Frost & Sullivan, "Big Data and Analytics in Brazil on the Road to Become a Billion Dollar Market by 2018”, o mercado brasileiro de Big Data e Analytics que até 2014 ainda se encontrava em estágio inicial de desenvolvimento, deverá atingir cerca de US$1 bilhão em 2018.

 

A situação do mercado atual de BI e Analytics é similar a ocorrida no mercado de Mainframes, Minicomputadores (Workstations) e Microcomputadores (PCs) no final dos anos 1980s. Naquela época, as Workstations e PCs, eram vistos com desconfiança e desprezo por muitos especialistas, técnicos e analistas do mercado, até então dominado pelo Mainframe. Com a evolução do PC e da computação descentralizada, alguns anos depois os Minicomputadores desapareceram e no final do século 20 os Mainframes deixaram de ser protagonistas do mercado de TI, cedendo lugar para os microcomputadores com poder computacional muito superior aos antigos Mainframes, e custo muito menor.

 

Mercado em Transformação

Empresas tradicionais como IBM, Microsoft, Oracle, SAS e SAP, líderes e gigantes bilionárias do mercado de TI, tem perdido fatia significativa do mercado de BI para as empresas de Analytics, que em menos de 3 anos abocanharam uma grande fatia do mercado e continuam crescendo. Tableau, Alteryx, GoodData, Tibco, a brasileira beMemo entre outras, são as responsáveis por esta verdadeira revolução no mercado.

 

Os softwares de BI e Analytics utilizam as informações armazenadas por muitos anos em grandes bases de dados, presentes e dispersas pelas diversas áreas de negócio da empresa (finanças, vendas, estoques, custos, recursos humanos, etc.), aplicando fórmulas e equações matemáticas e estatísticas, para geração de relatórios, gráficos, projeções, regressões e outras análises para os usuários e analistas da empresa.

A implantação de uma solução de BI sempre foi considerada a "cereja do bolo", a última fase do projeto de informatização da empresa, pois apresentaria para os principais executivos, os resultados da empresa em painéis gráficos com indicadores de performance da empresa. No entanto, também eram projetos de longa duração, alto custo, pouco flexíveis e muito dependentes da área de TI, o que fazia com que muitos projetos fossem descontinuados.

 

As soluções de Analytics também se propõe a entregar os mesmos painéis gráficos com indicadores de performance, mas com algumas vantagens para os usuários e analistas. Os projetos são muito mais rápidos para implementar, mais independentes da área técnica, e com custo muito menor para a empresa.

As informações estão sendo obtidas tanto nas bases centralizadas dentro da empresa, quanto em dados descentralizados e dispersos fora da empresa, por exemplo nas redes sociais. Os antigos relatórios e painéis gerenciais continuam sendo produzidos, seja através dos sistemas já implantados ou através das áreas técnicas até então responsáveis por isto, mas novas análises de tendências e comportamento do mercado, passam a ser obtidas de forma interativa diretamente pelos usuários de negócios.

 

Novo Líder no Mercado

A americana Tableau® fundada em 2003 por Chris Stolte, Pat Hanrahan e Christian Chabot, da Universidade de Standord, no lendário Silicon Valley, até 2009 mantinha-se com base em investimentos (US$15milhões) de um fundo de Venture Capital (New Enterprise Associate). Em 2014 após crescimentos anuais sucessivos da ordem de 100%, chega ao faturamento de US$912milhões, com mais de 3 milhões de usuários em 150 países. Enquanto que IBM, SAP e Oracle levaram cerca de 15 anos para atingir este número neste mercado, a Tableau© levou pouco menos de 5 anos, e já desponta como empresa Líder no Quadrante Mágico de BI e Analytics do Gartner em 2015³.

 

A Alteryx®, outra empresa de Analytics californiana, com menos de 5 anos de vida, vitaminada por investimentos da ordem de US$78milhões (segundo os sites de análises de startups Crunchbase.com e Techcrunch.com), há dois anos tem apresentando crescimentos da ordem de 200% (Year over Year), tendo atingido mais de 700 clientes e 200 mil usuários em todo o mundo.

 

A brasileira beMemo®, com seu software de Analytics de mesmo nome, com pouco mais de 3 anos de vida e no mercado há pouco mais de 1 ano, vem ganhando o mercado doméstico através de parcerias estratégicas com empresas nacionais e no mercado Latino. Seus diferenciais, além de entregar os mesmos painéis analíticos e gráficos dos concorrentes, é a capacidade dele ser embarcado (Embedded) em outros software ou produtos, e ter o de menor custo de propriedade (TCO) do mercado.

 

E assim como proposto por Chan Kim & Renée Mauborgne em "Blue Ocean Strategy"¹¹, cria-se um novo mercado (soluções Analytics) onde os antigos rivais (soluções BI) tornam-se irrelevantes. Desafios e características intransponíveis para uns, e normais e naturais para os outros: plataforma tecnológica na Nuvem (In-Cloud), Software como Serviço (SaaS - Software as a Service), dispositivos Móveis (Mobile), maior independência da área técnica e menor custo de produção.

 

SAP, Oracle, SAS, Microsoft, entre outras empresas de software, tem uma dependência gigantesca da receita da venda das licenças de uso, suporte e manutenção, custo este que deixa de existir com as novas empresas de software Analytics. Veremos nos próximos anos a conclusão desta história.

 

Referências:

¹Forbes : Gartner Predicts Three Big Data Trends for Business Intelligence

² Gartner Inc. - Magic Quadrant for Business Intelligence and Analytics Platforms 2015

³Frost & Sullivan: Big Data and Analytics in Brazil on the Road to Become a Billion Dollar Market by 2018

¹¹Forbes: Key Take-Aways From Gartner's 2015 Magic Quadrant For Business Intelligence And Analytics Platforms

¹²A Estratégia do Oceano Azul - W.Chan Kim e Renée Mauborgne - Editora Campus

Analytics versus BI - Ruptura do mercado

 

De tempos em tempos, empresas bilionárias e líderes do mercado global, passam por momentos de ruptura e quebra do Status quo que ajudaram a criar, com consequências dramáticas para a sobrevivência de toda uma cadeia de empresas. Seria como um furacão ou tsunami tecnológico varre-se tudo ligado à antiga tecnologia. Aconteceu com a Kodak, com a Blockbuster e com o disk drive. Está acontecendo agora com um grande mercado, já previsto por Doug Laney, em artigo da Forbes¹, o mercado de soluções Business Intelligence.

 

Por Paulo Silveira

  • facebook
PALUS

UA-74415265-1

Google Analytics

Google AdSense

Bing Ads

Palus Consultoria de Empresas