Atividade industrial teve declínio em agosto, informa CNI

 

Em setembro ante a julho houve crescimento de 1,1% no faturamento real do setor, de 1,1%

A atividade industrial voltou a cair em agosto, informou hoje (1º) a Confederação Nacional da Indústria (CNI). As horas trabalhadas na produção e no emprego caíram 0,8% em agosto ante julho, de acordo com dados captados sem influência sazonal. A utilização da capacidade instalada registrou também queda: ficou em 80,5% no período.

Em julho, conforme relatório divulgado pela CNI, a capacidade instalada era de 81%, período em que a atividade do setor mostrava sinais de alento, depois de ter registrado quatro meses de retração.

Em setembro ante a julho houve crescimento de 1,1% no faturamento real do setor, de 1,1%. A massa salarial, por sua vez, mostrou vigor moderado, tendo registrado acréscimo de 0,3%. O rendimento médio real, na mesma comparação, obteve crescimento também de 0,4%.

 

No entanto, para os analistas da CNI, os indicadores de agosto reforçam a “trajetória de queda na atividade industrial, que teve um crescimento atípico em julho, após quatro meses consecutivos de queda”. Na visão desses técnicos a alta ocorreu por causa do número menor de dias úteis, afetados pela Copa do Mundo, em comparação a junho.

 

 

Fonte: Agência Brasil

  • facebook
PALUS

UA-74415265-1

Google Analytics

Google AdSense

Bing Ads

Palus Consultoria de Empresas