Glossário de Negócios

Aliança Estratégica

Associação entre duas ou mais empresas que decidem unir recursos físicos, humanos, tecnológicos ou financeiros, como opção estratégica para atender o mercado consumidor. Esta relação é frequentemente estabelecida entre empresas que não detem o recurso que outra empresa detem.

Análise de Viabilidade

Estudo das possibilidades de sucesso de um determinado projeto. É um exame detalhado das características e variáveis que afetam esse projeto que pode ser, por exemplo, o lançamento de um novo produto, um investimento ou a aquisição de nova tecnologia.

Análise de Risco

Revisão sistemática de todos os riscos do negócio.

Análise SWOT

Análise de Forças, Fraquesas, Oportunidades e Ameaças, que uma empresa está submetida, e que definem as possibilidades de crescimentos ou os riscos de atingir Lucro ou Prejuízo.

Atividades de Valor

Atividades dentro da cadeia de valor de uma empresa. Podem ser divididas em atividades primárias (logística, produção, marketing, vendas e serviços) e atividades de apoio (infra-estruturas, gestão de recursos humanos, P&D).

Barreiras de Entrada / Saída

Obstáculos que as empresas enfrentam ao entrarem ou saírem de um mercado. Podem ser barreiras naturais ou artificiais, se criadas por empresas

Benchmarking

Processo de busca das melhores práticas numa determinada indústria e que conduzem ao desempenho superior. É visto como um processo positivo e através do qual uma empresa examina como outra realiza uma função específica a fim de melhorar a forma como realiza a mesma ou uma função semelhante.

Brand / Branding

Marca e/ou nome de um bem ou serviço, utilizado para diferenciar este bem no mercado consumidor. Tem normalmente associado o conceito de garantia de qualidade e os consumidores tendem a assumir as marcas como pontos de referência, no entanto, sem ainda gerar lucros aos acionistas ou proprietários.

Break Even

Termo utilizado na gestão de empresas que tem como objetivo indicar em que momento o valor total das receitas (faturamento) apuradas pela empresa é igual ao valor total das despesas e custos (incluindo custos fixos e variáveis) e despesas. Dizemos que, quanto a empresa atinge o "Break Even", ela está se pagando, ou está "em equilíbrio".

Cadeia de Valor

Modelo desenvolvido por Michael Porter e que corresponde ao conjunto de atividades desenvolvidas por uma empresa, desde a concepção do produto até ao serviço de pós-venda. Considera-se cinco categorias de actividades primárias: logística interna; operações; logística externa; marketing e vendas; e serviço ao cliente.

CAGR - Taxa Composta Anual de Crescimento

O CAGR (Compound Annual Growth Rate) ou Taxa Composta Anual de Crescimento, é uma sigla que representa a taxa de retorno de um investimento em um determinado período de tempo. Não se trata do Retorno Real, mas sim um número que indica qual foi o crescimento médio do valor investido, normalmente, em uma empresa. Por exemplo, se você investiu R$10.000 em uma empresa (ou negócio) e depois de 3 anos o negócio está valendo R$17.500, o CAGR será de [(17.500 / 10.000) ^ 1/3] -1

Canal de Distribuição

Caminho percorrido pelo produto final desde a fábrica até ao consumidor final. As empresas podem possuir apenas um canal de distribuição ou seguir uma estratégia multicanal.

Capex

CAPEX (Capital Expenditure) é o montante de dinheiro gasto na compra de bens de capital de uma empresa. Por exemplo, a compra de equipamentos como computadores, impressoras, maquinários, equipamentos eletro-eletrônicos, ou até mesmo um veículo. É o montante de investimentos realizados em equipamentos e instalações de forma a manter o funcionamento de um negócio ou empresa.

Capital de Giro

Capital de Giro são os recursos necessários para manter a empresa funcionando, para pagar todos os custos operacionais, administrativos, tributários, trabalhistas e assim por diantes. É a reserva de recursos que a empresa poderá utilizar conforme as necessidades financeiras da empresa ao longo do tempo. Esses recursos podem estar alocados nos estoques, nas contas a receber, no caixa ou na conta corrente bancária da empresa.

Capital Inicial

Capital Inicial é o valor monetário (dinheiro) necessário para estruturar, construir. constituir e iniciar as atividades de uma nova empresa.

Capital Social

O Capital Social é o conjunto de recursos que são acumulados para o exercício das atividades da empresa. É registrado na junta ou cartório, conforme a sociedade empresária: sociedade simples ou empresária. O capital social é ainda uma rubrica ou conta que consta no Patrimônio líquido para registro do valor nominal que é a participação dos sócios ou acionistas que forma o montante total que é o Capital Social.

Cash-Cow

Criada pela consultoria Boston Consulting Group (BCG), o termo é usado para classificar o posicionamento das vendas de um determinado produto ou serviço, em relação a todos os produtos ou serviços da empresa. O termo também pode ser usado para designar o produto, ou serviço, responsável pelos maiores resultados de vendas, e que sustenta toda a operação da empresa.

Ciclo de vida do produto

Tempo de vida (presença) de um produto ou serviço, no mercado. Dividido em quatro fases: introdução; crescimento; maturidade; e declínio.

Churn Rate

Churn Rate é uma métrica que avalia a quantidade de clientes que deixam de fazer parte da base da sua empresa em um determinado período. Para calcular o Churn Rate da sua startup SaaS basta dividir o número de cancelamentos mensal pelo número de clientes ativos em sua base. Se no período fechado você teve o cancelamento de 5 clientes em uma base de 20, o percentual do Churn no mês corresponde a 0,25 ou 25%.

Consultoria de Gestão

Atividade que consiste na coleta de informações e análise do funcionamento de uma empresa, diagnóstico dos seus problemas, apresentação de recomendações e orientações a seguir para a sua implementação.

Core Business

Expressão que define o negócio central de uma dada empresa.

Earn-out

Em processos de Compras, Vendas e Junções de Empresas é muito comum atrelar parte dos valor da empresa que está sendo adquirida (ou comprada) para resultados que serão obtidos num período futuro, e atrelar um valor financeiro a este resultado. Desta forma, parte do desencaixe financeiro somente ocorrerá se Metas ou Indicadores forem atingidos pela empresa sendo comprada. Estas cláusulas são chamadas de Earn-out.

Economia de Rede

Economia de Rede ou Economia da Informação em Rede pode ser considerada como a quarta fase do capitalismo da economia global. A primeira fase ficou conhecida como Capitalismo Comercial, a segunda Capitalismo Industrial e a terceira Capitalisto Financeiro. Segundo Yochai Benkler, professor da Universidade de Harvard, este novo modelo econômico é caracterizado por sistemas colaborativos, descentralizados, integrados através de redes digitais.

Economias de Escala

Vantagens de custos resultantes da dimensão da organização e/ou do equipamento de produção envolvido. Quanto maior for a organização, ou o nível de produção, mais baixo será o custo unitário por produto.

Estratégia

Conceito que representa toda a lógica de funcionamento de um negócio, englobando as razões pelas quais a empresa tem vantagens competitivas. Serve para definir o que a empresa de fato faz. Mesmo que não esteja definida propriamente uma estratégia dentro da empresa, o comportamento desta, constitui uma indicação da sua orientação estratégica. O conjunto de políticas gerais que empresa irá empreender para a concretização de seus objetivos define uma estratégia.

Estudo de Mercado

Processo de coleta e análise de informaçções relativas a certos mercados. Este método é bastante usado, quando se analisa mercados potenciais para novos produtos.

Externalidades

Externalidades são os efeitos colaterais, sociais, econômicos ou ambientais causados indiremante pelo desenvolvimento, produção ou venda de um produto ou serviço. Ela pode ter natureza negativa, quando gera custos para os agentes afetados (poluição atmosférica, sonora, etc.) ou natureza positiva, quanto gera benefícios para os agentes afetados.

Forecast

Consiste na previsão, projeção ou estimativa de eventos futuros ou condições por que passará o ambiente de uma determinada organização.

Fidelização do Cliente

As empresas devem se preocupar mais em manter os clientes que já conseguiram, do que conquistar novos clientes. Isto é chamado de Fidelização de Clientes. Ouça o que seu cliente tem a dizer de sua empresa. Observe os hábitos e opiniões deles, que permitam compreender melhor o que pode estar na origem das suas motivações de compra.

Franchise

Consiste no direito de venda de bens ou serviços pertencentes a uma marca, obedecendo a regras e padrões pré-estabelecidos de forma a garantir a transmissão de uma boa imagem junto do consumidor.

Gap

Palavra de origem inglesa atualmente já adotada pelo nosso idioma que significa lacuna, vão, brecha ou espaço em branco. Normalmente, se o negócio tem um "gap" em alguma área, quer dizer que está faltando alguma coisa nesta área, e esta lacuna precisará ser preenchida futuramente.

Growth Rate

Taxa de Crescimento da empresa. É uma métrica que indica a quantidade de clientes que passam a fazer parte da base de empresas em um determinado período. Quanto maior for o Growth Rate do que o Churn Rate, melhor será a perspectiva de crescimento das empresas Startups.

Growth Hacking

Termo utilizado inicialmente nas empresas do Vale do Silício americano, para as ações realizadas por profissionais que são capazes de alavancar tendências, aconselhar executivos e direcionar o comportamento de produtos ou serviços no mercado, com o objetivo de crescer o número de usuários de um produto ou serviço. O profissional é chamado de "Growth Hacker".

Identidade Corporativa

Conjunto de símbolos que fazem com que uma empresa seja reconhecida e diferenciada dos seus concorrentes. Isso passa, pelo design das suas instalações e o seu estilo de embalagens e elementos menos tangíveis como os seus valores e a maneira como conduz a sua atividade.

Inovação

Processo relacionado com o acréscimo permanente de novos elementos aos produtos ou serviços existentes, ou então a mudança completa da razão de ser da empresa, como a criação de novos mercados. Pode ser através da invenção ou criação de novos produtos, e também da introdução de melhorias em produtos existentes com vista a obter vantagem competitiva.

Lei do Bem

"Lei do Bem" é como ficou conhecida a Lei 11.196/05, cria a concessão de incentivos fiscais às pessoas jurídicas (empresas) que realizarem pesquisa e desenvolvimento de inovação tecnológica. A utilização da Lei do Bem não é trivial. Além de envolver aspectos técnicos e tributários, há alguns pré-requisitos que as empresas devem para obter os benefícios fiscais.

Opex (Operational Expenditure)

OPEX (em português, despesas operacionais), é o capital utilizado para manter ou melhorar os bens físicos de uma empresa. Por exemplo, aluguéis de equipamentos, como um Sistema de Segurança, Impressoras, Computadores ou qualquer tipo de equipamento que seja necessário para dar continuidade ao negócio ou à empresa, mas não seja essencial ou diretamente ligado ao core business da empresa.

Start-Up

Termo usado nos EUA há várias decadas, uma startup pode ser considerada como sendo uma empresa em estado inicial, e em fase de estruturação, à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, trabalhando em condições de extrema incerteza, até conseguirem se consolidar no mercado.

SWOT

Análise de forças, fraquesas, oportunidades e ameaças (Strength, Weakness, Opportunities, Threads) que toda empresa está sujeita, e faz parte do Plano de Negócios.

Please reload

  • facebook
PALUS

UA-74415265-1

Google Analytics

Google AdSense

Bing Ads

Palus Consultoria de Empresas