A importância de uma gestão financeira

Por Daniel Hannun

 

Olhando ao meu redor, deparo muitas vezes com pessoas sem nenhum planejamento financeiro e meta traçada. Fico me perguntando como conseguem viver dessa forma, não tendo sonhos e objetivos. Eu particularmente adoro sonhar, desejar, isso é o que me move, me faz acordar diariamente e trabalhar duro. Existe algo melhor na vida do que batalhar e conquistar?

Cuidar dos nossos recursos pode parecer complicado, mas não é. Vejo inclusive pessoas que trabalham com isso, administrando recursos de terceiros, mas não o fazem quando se trata do seu próprio capital. Disciplina financeira requer prática e determinação, não é algo que se adquire do dia para a noite.

Ao contrário do que muita gente pensa, planejamento financeiro não é apenas listar suas despesas numa planilha multicolorida no Excel. Essa atividade também é essencial, mas é apenas um dos passos.

A meu ver, o primeiro deles é sonhar. Em seguida, precisamos priorizar e enquadrá-los junto à nossa realidade, pois sonhar com coisas e prazos impossíveis, fatalmente nos deixará desmotivado e nosso planejamento financeiro esquecido. Definido os objetivos, vale avaliarmos o quanto precisamos guardar para conquistá-los nos prazos estabelecidos.

Neste momento, voltamos ao assunto tão famoso das planilhas de despesas financeiras, quando iremos avaliar o saldo entre as despesas e as receitas e verificarmos se temos sobra suficiente para poupar. Se necessário, ajustarmos nossas despesas ou metas e prazos.

Após essa análise e enquadramento das despesas e metas, seguiremos com a parte do compromisso de todos os envolvidos. É essencial estabelecer um percentual que cada um pode contribuir para os gastos e investimentos. Envolver todos na responsabilidade de dividirem as contas e poupar para realização futura é parte fundamental no próprio relacionamento, onde todos se sentirão parte do que estão almejando e motivados em participar das conquistas.

Devemos ser conservadores no planejamento, prevendo inclusive algumas despesas extras, pois é útil sermos otimista no início e logo descobrirmos que não reflete a realidade.

Utilizar o bom-senso e manter a vida dentro do seu padrão de renda é fator de suma importância para não furar o orçamento. Vejo duas opções para a realização dos nossos sonhos, seja ganhando muito mais do que gastamos e com isso guardarmos muito dinheiro, seja planejando, batalhando e buscando priorizar e realizar.

DIKA:

A dika que eu encaminho é procurar cursos e palestras sobre planejamento financeiro aos que possuem dificuldade com o tema. No caso de um casal, é interessante que os dois façam e participem em conjunto de todo o processo.

 

Site: www.indikabem.com.br/author/daniel-hannun

  • facebook
PALUS

UA-74415265-1

Google Analytics

Google AdSense

Bing Ads

Palus Consultoria de Empresas