10 coisas que ninguém te conta quando você decide ser empreendedor

 

Como em qualquer profissão, empreender também tem suas desvantagens. Você realmente sabe quais são elas?

Empreender está nos planos de 6 em cada 10 estudantes brasileiros. Dentre as vantagens que atraem os aspirantes são liberdade profissional, flexibilidade de horário e a expectativa de grandes ganhos.

Mas, como em qualquer profissão, empreender também tem suas desvantagens - que, muitas vezes, são desconhecidas pelos marinhos de primeira viagem. O sócio-diretor da agência EVCOM, Thiago Costa, listou algumas coisas “obscuras” sobre o empreendedorismo que, certamente, ninguém nunca te contou. Confira abaixo:

 

1 – Você é seu próprio chefe. E isso não é necessariamente bom
Sabe todos aqueles problemas que você tem no seu trabalho e que, quando vai pra casa ou pra mesa do bar diz que é culpa do chefe, que ele não entende nada, que tem a cabeça fraca? Pois bem, agora a culpa é sua. Não tem ninguém para transferir a responsabilidade. O sucesso, o fracasso, a boa ou má gestão, tudo depende de você. Agora a situação depende única e exclusivamente do seu esforço, o que é preciso saber lidar com pressão e estresse.

 

2 – As facilidades da grande corporação não existem mais
Dificilmente alguém começa uma empresa já sendo grande. O início é sempre menor. E o empreendedor, especialmente se ele foi alto funcionário de grande corporação, está acostumado com muitas regalias (que nem ele mesmo percebe). Esqueça a equipe de TI quando o computador estiver com problemas. Lembre-se que o vale-refeição sai diretamente do seu bolso. “Empreendedorismo é como sair da casa dos pais: é hora de crescer e andar com as próprias pernas”, descreveu Thiago.

 

3 – Dono trabalha muito mais do que funcionário
Engana-se quem diga que vai abrir o próprio negócio para não ter mais que se submeter à exaustiva carga horária de trabalho que as empresas, já que vão delegar as funções aos funcionários.

O dono trabalha muito mais. E, na maioria das vezes, não ganha mais por isso. Nem tem banco de horas. Quando dá o horário de ir embora, os funcionários simplesmente vão. Mas o dono tem que ficar cuidando de nota fiscal, fornecedores, marketing, bancos, tudo aquilo que não deu tempo de fazer durante o expediente normal de trabalho, em que você tem muitas coisas para resolver.

 

4 – Você vai ganhar menos

Iniciar um novo empreendimento normalmente envolve investimento. Se não é de dinheiro, é tempo. Significa que você vai ficar sem a renda que tinha antes, de um jeito ou de outro, até as coisas começarem a efetivamente funcionar e dar retorno. Se você não fez reservas para começar ou se não está preparado para mudar seu estilo de vida, talvez empreender não seja a sua solução. Por outro lado, é sempre bom lembrar que, no longo prazo, o empreendedorismo costuma pagar melhor.

 

5 – Você é exemplo o tempo todo
O empreendedor é inspiração para seus colaboradores. Ficar reclamando de tudo e todos desestimula a equipe, a ponto de muitos começarem a ter seus desempenhos afetados e ficarem de olho em outras empresas - já que nem o dono tem fé no negócio. Estar presente, incentivar, demonstrar que está no mesmo barco, faz as pessoas comprarem verdadeiramente a ideia. E não há nada que uma empresa iniciante precise mais do que de gente com vontade de fazer acontecer.

 

6 – Seus amigos não entendem sua vida
Você vai receber um monte de convites, nos horários mais esdrúxulos, para programas que antes ninguém te chamava. E as pessoas fazem isso por pensarem que você, por ser dono, pode fazer o que quiser, entrar e sair a qualquer hora. Mas é exatamente o oposto. Sexta à noite? Quem vai finalizar o trabalho é você. “Aquele” cliente que precisa de atenção especial? É seu, não há dúvidas. Além do que, ao começar, muito provavelmente a inteligência do negócio estará contigo e a sua presença será fundamental. “Só que as pessoas que não são empreendedores simplesmente não entendem isso.”

 

7 – Você vai querer desistir
Quando todo mundo te falar sobre os bônus que receberam no fim do ano, ou mesmo 13º e férias, vai te dar uma ponta de arrependimento. Mas quando as coisas não derem certo no dia a dia, quando os funcionários te irritarem, quando todas as perguntas tiverem que ser respondidas por você, aí é que a vontade de desistir virá com força. “Você vai pensar que era muito mais fácil quando era funcionário e o problema não era só seu. Mas aí vem a lembrança do que te levou a largar àquela vida e você aguenta um pouco mais.”

 

8 – O empreendedor é solitário
Ainda que você tenha sócios, a atividade empreendedora, em qualquer segmento, é bastante solitária. São vários detalhes, que vão das instalações físicas a negociações de contratos com clientes e fornecedores. Tudo acontecendo ao mesmo tempo. Naturalmente, o volume de trabalho e a enorme responsabilidade trazem consigo uma introspecção maior. Isso faz o empreendedor ficar mais sozinho.

 

9 – Sucesso é algo relativo
Você não terá mais o cartão de visitas da grande multinacional, nem o cargo que tinha antes. Agora, você escreve o que quer no seu cartão. Mas talvez você não seja convidado para aqueles eventos para os quais era sempre chamado. Aí vai perceber que o convite e os benefícios todos eram do cargo e não seus. Se, num primeiro momento, isso te incomodar, lembre-se de que você, muito rapidamente, pode alcançar a notoriedade que vai te fazer deixar de ser audiência para virar a atração principal. Porque agora nada mais de impede de inovar e avançar que não a sua própria vontade.

 

10 – Não existe nada melhor
Como os nove pontos anteriores mostraram, empreender não é um caminho fácil. Mas existe outro lado. “Quem se mantém em pé nessa luta, depois de um tempo olha para trás e sente um orgulho impressionante. A sensação de avaliar o que se construiu e perceber que isso foi feito com suas próprias mãos é incrivelmente boa. Certo ou errado foi você quem fez, do seu jeito, da maneira que mais te agradou. E não existe nada melhor do que isso.”

 

Fonte: InfoMoney - Luiza Belloni Veronesi

  • facebook
PALUS

UA-74415265-1

Google Analytics

Google AdSense

Bing Ads

Palus Consultoria de Empresas